Ano após ano, a realidade se repete: o número de empresas que fecham no país não para de crescer. Culpa da crise? Da economia mundial? Pode até ser, mas a verdade é que na maioria dos casos o principal vilão é o próprio descontrole das finanças da organização.

É justamente por isso que calcular a rentabilidade da empresa é tão importante. É só assim que é possível descobrir se a empresa consegue pagar o investimento inicial realizado ou as dívidas oriundas dele. 

Para ajudar, resolvemos mostrar, logo a seguir, como você pode fazer esse cálculo. Confira!

Afinal, o que é a rentabilidade da empresa?

Como vimos, a rentabilidade da empresa é um indicador de desempenho que deve ser acompanhado para verificar a saúde financeira do negócio. A ideia é descobrir o potencial que um empreendimento tem para pagar os investimentos realizados na sua estruturação. Em outras palavras, podemos descobrir se a empresa é sustentável.

Como calculá-la?

O cálculo da rentabilidade é bastante simples: basta pegarmos o lucro da instituição em um determinado período de tempo e dividirmos pelo valor do investimento inicial (ou valor atual do negócio). O percentual apresentado será a rentabilidade da sua organização nesse espaço de tempo.

Para quem gosta de fórmulas matemáticas, confira o cálculo logo abaixo:

Rentabilidade = (Lucro Líquido / Investimento Total) x 100

Como exemplo, podemos imaginar uma empresa que foi montada há, pelo menos, um ano e que tenha como investimento inicial R$ 100 mil. Considere, ainda, que o lucro mensal dessa empresa é de R$ 10 mil. Nesse caso, teríamos uma rentabilidade de 10% para esse empreendimento.

A pergunta que resta é a seguinte: como saber se tenho uma boa rentabilidade? É preciso considerar o valor ideal para a rentabilidade de uma organização, algo em torno de 2 a 3 vezes maior do que um investimento conservador, como CDB, por exemplo. É o que recomendam os especialistas, visto que os negócios possuem riscos peculiares.

Qual é a diferença entre rentabilidade e lucratividade?

Muitas pessoas ainda confundem os conceitos de rentabilidade e lucratividade, mas existe uma grande diferença entre eles. Se a rentabilidade busca descobrir se o negócio é sustentável ou não, a lucratividade tem como objetivo verificar se as operações são justificáveis.

Lucro nada mais é do que a receita de vendas menos as deduções. A lucratividade, portanto, é a demonstração percentual desse valor. No caso, a lucratividade é calculada pela seguinte fórmula:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Bruta) x 100

Repare que, enquanto a rentabilidade tem como contrapartida o investimento total realizado no negócio, a lucratividade tem a receita bruta obtida ao longo de determinado período. Em um caso queremos saber se o investimento realmente rendeu frutos consideráveis, no outro, se o negócio está apresentando lucro.

Para fechar, é importante destacar que o acompanhamento de indicadores, como a lucratividade e a rentabilidade da empresa, é indispensável para que você mantenha a saúde financeira do seu negócio em dia e não engrosse as tristes estatísticas do IBGE.

O que achou do nosso post de hoje? Ficou com alguma dúvida? Deixe-a nos comentários!

ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.