Em 2007, o Governo Federal implementou um novo sistema para receber informações fiscais e contábeis das empresas. O Sistema Público de Escrituração Digital, também conhecido como SPED fiscal, integra os fiscos federal, estadual e municipal, simplificando a gestão fiscal e o pagamento de impostos. 

Embora não seja novidade, muitos empreendedores desconhecem o SPED e seus benefícios aos varejistas. Descubra, a seguir, o que é o SPED fiscal, quando entregá-lo e como os softwares de gestão facilitam sua transmissão. 

 

O que é o SPED fiscal?

O SPED fiscal é um arquivo digital que reúne informações e documentos fiscais exigidos pelos governos federal, estadual e municipal, entre eles o EFD Fiscal (conhecido como SPED Fiscal), EFD Contribuições, ECF, eSOCIAL, ECD – Contábil e a Nota Fiscal Eletrônica

Todas as informações transmitidas pelo SPED devem ser asseguradas por meio de um certificado digital, que funciona como uma espécie de assinatura virtual da empresa. Esse certificado garante a veracidade dos dados e a segurança das transações online. 

 

Qual é o prazo de entrega do SPED?

Como está previsto na legislação tributária, o SPED é fiscal obrigatório, e deve ser apresentado todos os meses. 

O arquivo digital deverá conter toda a escrituração de documentos fiscais, assim como os registros de apuração de impostos. Demais informações consideradas relevantes para  Receita Federal e os fiscos estaduais também devem ser mencionadas. 

Veja o que fazer se você perder o prazo do SPED.

 

Os benefícios do SPED para os varejistas

Compreender o que é o SPED é fundamental para os varejistas, pois ele oferece uma série de vantagens, entre elas:

  • Redução de custos: como a transmissão do SPED ocorre no ambiente digital, despesas relacionadas à emissão, transmissão e armazenamento de dados em papéis deixam de existir. As obrigações acessórios são mais simples, o que também implica em uma redução de custos. 
  • Padronização de informações: o SPED padroniza a maneira como as informações devem ser enviadas aos fiscos. Para o varejista, isso representa menos falhas e economia de tempo. 
  • Risco de sonegação involuntária reduzido: o SPED diminui as chances de erro durante o cálculo de impostos e tributações de produtos. Afinal, os documentos fiscais estarão centralizados em uma única plataforma. 

 

Softwares de gestão e a emissão do SPED

Nesse cenário, os sistemas de gestão ERP são grandes aliados, pois geram os arquivos digitais necessários para a transmissão do SPED. Esse processo é automatizado e descomplicado, facilitando o dia a dia dos varejistas. 

Os softwares de gerenciamento otimizam as rotinas de operações, como a emissão de notas fiscais eletrônicas, por exemplo. O tempo gasto com o controle de documentos também é reduzido.  Além disso, os documentos fiscais ficam digitalmente salvos por, pelo menos, 5 anos, como prevê a legislação. 

Se a sua empresa ainda não possui um sistema de gestão e um emissor de notas fiscais, indicamos o ShopW. Com esse software em nuvem, será muito mais fácil realizar e monitorar a gestão da sua empresa. 

Fale com nossos consultores e teste grátis!

 

Integre sua loja física e seu ecommerce com o ShopW

ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.