A gestão e organização de estoque é um dos pontos fundamentais para o bom funcionamento de uma empresa. Afinal, você só pode oferecer ao seu cliente o que tem na reserva, não é mesmo? Para ajudar nisso, é indicado usar os sistemas de armazenagem FIFO e LIFO.

Esses dois sistemas são importantes para evitar prejuízos e auxiliar na gestão de estoque. Portanto, se você nunca ouviu falar sobre o assunto, continue a leitura. Neste post, vamos explicar um pouco mais sobre ele. Acompanhe!

O que são os sistemas de armazenagem FIFO e LIFO?

Tanto o FIFO (sigla em inglês que significa Primeiro que Entra, Primeiro que Sai) quanto o LIFO (Último que Entra, Primeiro que Sai) são métodos utilizados para garantir maior eficiência na gestão de estoque. Vamos falar sobre cada termo separadamente.

FIFO

O FIFO é essencial para algumas empresas que precisam ter maior controle sobre os produtos com vencimento. Isso é muito comum em restaurantes e também em supermercados. Com essa técnica, fica mais fácil não perder os produtos que estão perto da data de vencimento.

E como isso é feito? Na verdade, a ideia é bem simples. O FIFO ajuda a organizar os produtos que possuem data de vencimento mais próxima na frente das prateleiras. Assim, o consumidor acaba comprando os produtos que estão mais perto de vencer.

É preciso entender que isso não é enganar o consumidor, mas apenas uma maneira de otimizar a circulação da mercadoria. Afinal, se ele compra, por exemplo, duas latas de ervilha, isso será consumido antes do prazo de vencimento. Diferente do aconteceria se o produto permanecesse no estoque.

O mesmo vale para os restaurantes. Colocar os alimentos mais perecíveis na frente na hora de armazenar o estoque é de grande importância. Isso evita erros sérios, especialmente na hora de preparar a comida para os fregueses.

LIFO

Aqui, não é a data de vencimento dos produtos que deve ser levada em consideração. Esse modelo visa colocar os produtos mais novos na frente dos mais antigos, ou seja, justamente o oposto do FIFO. O valor do estoque é calculado de acordo com o último preço, ou seja, considera-se o valor mais recente e mais elevado. Assim, é possível conseguir uma margem maior de lucro.

Esse sistema de armazenagem é indicado para negócios que vendem produtos sem data de validade. Mas atenção, isso não quer dizer que você não tenha de organizar o estoque de forma que outros produtos não fiquem deteriorados com o passar do tempo. Fazer esse “giro” também é necessário.

Quais as principais diferenças entre esses sistemas?

Com essas informações, fica mais fácil de entender quais são as principais diferenças entre um método e outro. No FIFO, o produto que entra primeiro deve ser vendido primeiro. Já no LIFO, o produto que entra primeiro, pode ser vendido depois.

Implementar esses sistemas de armazenagem da sua empresa é uma ótima maneira de evitar custos e perdas para o seu negócio. Pense em quanto produto já perdeu apenas por não saber como estocar? Passar a utilizar essas técnicas pode evitar muita dor de cabeça no futuro.

Quer aprender mais sobre como fazer um excelente controle de estoque? Então, baixe o nosso e-Book agora mesmo!

 

ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.