Para muitos empreendedores, controlar os números do negócio é uma dor de cabeça. Seja nas finanças ou na organização da empresa, ter estratégias para gerir os números é o caminho para não se perder diante das responsabilidades. Nesse cenário, a curva abc de estoque é uma ferramenta importante.

Com um princípio simples e que permite controlar o que é relevante no estoque, a curva abc pode ser utilizada em todos os tipos de empresa. Assim, se o seu negócio está precisando de uma ajudinha para organizar pedidos de compra, confira nossas dicas para implementar a ferramenta hoje mesmo.

O que é a curva abc de estoque?

A curva abc é uma forma de organizar os produtos que uma empresa tem em estoque com o objetivo de categorizar os itens que são mais relevantes. Sua estratégia se baseia no famoso princípio de Pareto, também conhecido como princípio 80/20, que diz que 20% dos produtos são responsáveis por 80% das vendas de uma empresa.

O objetivo da utilização da curva abc no controle do estoque é identificar os produtos que são responsáveis pela maioria das vendas, de forma a organizar e priorizar seus pedidos de compra. Assim, é possível evitar perda de vendas por falta de mercadorias que seus clientes consideram essenciais.

Como utilizar a curva abc na minha empresa?

O primeiro passo é fazer uma lista com todos os produtos em estoque. Depois, é preciso escolher um período de tempo para análise, que pode ser de 1, 3 meses ou até 1 ano, dependendo da necessidade. Então, faça um levantamento do quanto de cada produto sua empresa vendeu naquele determinado período.

Em uma tabela, disponha o nome do produto, a quantidade vendida e o valor unitário de cada item. Depois, multiplique a quantidade vendida pelo preço do produto.

Por fim, some o total de todos os produtos vendidos e obtenha a porcentagem relativa a cada item. Procure pelas maiores porcentagens e some-as até obter um valor próximo a 80%, pois esses são os itens mais vendidos pela sua empresa. Em seguida, separe também os 15% restantes com maior porcentagem e os 5% que menos venderam no período.

Nesse exemplo, utilizamos o preço do produto como base, mas a análise pode ser feita considerando outros fatores, como o custo do item e até mesmo a rotatividade do estoque. Basta seguir a mesma lógica e selecionar os itens com maior porcentagem no cálculo final.

Como analisar a curva abc?

Com esses dados em mãos, você poderá dividir seu mix de produtos da seguinte forma:

  • Segmento a — responsável por 80% das vendas;
  • Segmento b — responsável por 15% das vendas;
  • Segmento c — responsável por 5% das vendas.

Os itens que fizerem parte do segmento A são considerados o carro-chefe da sua empresa. Eles atraem os consumidores, são responsáveis por boa parte da receita e precisam estar sempre disponíveis nas prateleiras, necessitando de uma atenção maior por parte do comprador.

Os produtos do segmento b também são importantes, mas não tanto quanto os anteriores. Deve-se, porém, evitar o risco nesta categoria, com uma boa base de fornecedores e pedidos recorrentes. O cliente não deixará de comprar se estiver em falta, mas a sua empresa pode perder a oportunidade de aumentar o ticket médio.

Os itens do segmento C são os menos vendidos e podem faltar em seu estoque sem causar danos expressivos. Porém, antes de eliminá-los do mix, verifique se o lucro obtido não é relevante para a manutenção dos custos fixos.

Com essas informações em mãos, fica mais fácil compor o mix de produtos de forma estratégica e evitar possíveis erros na composição do estoque.

Por exemplo, uma empresa de venda de celulares pode verificar quais as marcas mais vendidas (segmento A) e optar por mais acessórios destes modelos (segmento C). A curva abc também orienta o administrador a escolher quais pedidos têm prioridade quando o financeiro estiver apertado e pode ser usada para a definição de um cronograma de pedidos para reposição do estoque.

A curva abc de estoque é uma ferramenta fácil de usar e que traz mais organização para a gestão de uma empresa. Veja outras dicas de planejamento que ajudarão a trazer mais sucesso para o seu negócio!

ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.