Vender mais é o desejo de todo negócio. Para que um comércio tenha sucesso e prosperidade, é preciso ficar atento não apenas ao que pode fazer com que o empreendimento seja um sucesso, mas também quais ações podem fechar uma empresa. Afinal, desenvolver atividades estratégicas para tornar o negócio frutífero é essencial — mas ficar atento aos erros e falhas também.

Como qualquer deslize é capaz de levar um comércio à falência, listamos abaixo 5 fatores que podem fechar uma empresa e como você pode evitá-los. Boa leitura!

1. Aplicação inadequada de recursos financeiros

Quando uma empresa não sabe ao certo quanto entra e quanto sai de seu caixa já é um problema. Agora, imagine quando o retorno sobre o investimento feito não é mensurado e não se sabe se a verba é ou não empregada para a produtividade e lucratividade do empreendimento.

A falta de um planejamento estratégico e pouco controle sobre os fluxos financeiros pode fechar uma empresa. E, se isso não acontece, também pode interferir negativamente no desenvolvimento dos negócios.

2. Falta de profissionais qualificados

Existem dois problemas recorrentes na estruturação de equipes profissionais em comércios. Um deles está associado ao fato de que, em muitos empreendimentos, os donos, sócios e familiares assumem responsabilidades para as quais não têm aptidão e conhecimentos técnicos. Isso torna a gestão ineficiente e prejudica os negócios.

Outra questão está ligada ao número de tarefas por profissional. Quando muitos ficam sobrecarregados, desempenhando funções diversas, ocorre a dispersão e ausência de planejamento. As atividades passam a ser desempenhadas sem muita estratégia, o que é fatal para o negócio.

3. Ausência de acompanhamento mercadológico

As transformações digitais que acontecem em todos os tipos e portes de empreendimentos devem ser observadas atentamente pelos profissionais. Como as mudanças têm sido rápidas, é necessário ficar atento às tendências e observar as flutuações — tanto de inovações quanto de demandas. Isso garante que os gatilhos percebidos possam ser transformados em ganhos de mercado.

4. Negligência legal

Não se preocupar com a legislação, trabalhista ou tributária é um fator de risco que pode fechar uma empresa. Ter assistência adequada para avaliar se o sistema de tributos é o mais adequado ou o respaldo profissional antes da tomada de uma decisão ou assinatura de contrato é fundamental para que problemas não sejam vivenciados no futuro e impeçam o avanço do negócio.

5. Desatenção quanto às estratégias de marketing

A concorrência está cada vez mais acirrada — o que exige uma maior atenção, desenvolvimento de estratégias e investimentos em marketing.

As estratégias digitais e de comunicação offline são fundamentais para fazer com que um comércio se destaque dos outros. Por isso, contar com profissionais qualificados que ofereçam consultorias e soluções de apoio à gestão empresarial é necessário para o crescimento e perenidade de um comércio no mercado. Assim, procure se cercar de uma equipe qualificada para receber apoio sempre que julgar necessário!

Gostou de saber alguns dos principais fatores que podem fechar uma empresa? Para ter acesso a outras dicas de gestão direto no seu e-mail, não deixe de assinar a nossa newsletter!

ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.