Na hora de abrirmos uma empresa, é essencial reservar uma parte do dinheiro para o capital de giro. Afinal de contas, assim como nós, a empresa precisa ter uma reserva financeira, especialmente em tempos de crise, quando as vendas já não vão tão bem como antes.

É nesse momento que mais esse dinheiro é necessário. Como os clientes já não compram tanto, é preciso ter de onde tirar os recursos para manter a empresa funcionando. Além disso, há outros bons motivos para ter essa quantia guardada. Veja, a seguir, a importância do capital de giro na crise e como atuar nesses momentos!

A ajuda do capital de giro em uma crise financeira

Começaremos a conversa apresentando os principais benefícios que o capital de giro oferece em épocas de recessão. Acompanhe a lista:

1. Evita empréstimos

Quando a situação da empresa fica complicada, começamos a cortar alguns gastos desnecessários, mas, muitas vezes, apenas isso não basta. Você terá que injetar algum capital extra para manter a engrenagem funcionando.

Mas pedir empréstimo pode não ser uma boa ideia. Os bancos costumam cobrar juros altíssimos (especialmente se o país estiver também em crise), e você corre o risco de não conseguir manter o acordo. O tiro pode sair pela culatra.

Assim, possuir um capital de giro evita problemas como esses. Você terá o seu próprio dinheiro a qualquer momento, sem burocracia e o melhor de tudo: sem juros.

2. Suporta as empresas sazonais

Algumas empresas vendem muito mais em algumas épocas do ano. Por exemplo, lojas de biquíni e roupas de banho, em geral, vendem muito durante a primavera e o verão, mas pouquíssimo nos meses de outono e inverno.

Como você já sabe que esses períodos de poucas vendas vão aparecer em algum momento do ano, nada mais justo que ter o seu próprio capital de giro. Ele te ajudará a manter a empresa mesmo em temporadas menos favoráveis.

3. Permite alcançar oportunidades

Em alguns momentos da vida da empresa, boas oportunidades de negócios podem surgir. Por exemplo, aquele equipamento que você já estava de olho há algum tempo, que vai te render muitos lucros, mas que tinha valor elevado, baixou de preço.

Ter o capital de giro te permite aproveitar boas oportunidades como essa, que costumam aparecer em épocas de crise econômica. Para melhorar as vendas, muitas empresas baixam os preços dos produtos, e, com isso, você sai ganhando.

A forma de agir em tempos de crise

Antes de começar ou dar continuidade a qualquer negócio, você precisa entender que épocas de crise podem surgir mesmo que tudo tenha sido seguido à risca. Afinal de contas, existem fatores externos (novas legislações, por exemplo) que fogem do seu controle.

Portanto, ter sempre o capital de giro em mãos é essencial. Além disso, tomar algumas medidas, como cortar custos e terceirizar alguns serviços, para focar em outros pontos que você tem mais conhecimento, são excelentes opções.

Você também pode contratar uma empresa para fazer a gestão financeira da sua. Deixar certos assuntos na mão de especialistas pode ser um custo a mais no início, mas, depois, será um verdadeiro alívio financeiro e emocional.

Gostou de saber um pouco mais sobre como o capital de giro é importante? Se quiser entender mais sobre como cuidar melhor da sua empresa, siga-nos nas redes sociais: estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube.