A análise de crédito de pessoas físicas é um ponto fundamental para as empresas. Isso porque um dos grandes desafios enfrentados pelos empreendedores é a inadimplência de alguns de seus clientes, que traz prejuízos aos negócios e ao fluxo de caixa da empresa.

Fazer a análise do cadastro dos clientes antes de conceder o crédito é uma valiosa ferramenta para evitar esse problema. Por meio desse procedimento, é possível não só conhecer melhor o seu potencial cliente, mas também diminuir o risco de fraudes e golpes, garantindo maior segurança à empresa.

Apesar dos evidentes benefícios e da importância da análise de crédito para os negócios, grande parte dos empreendedores abrem mão dela, porque pensam que é algo muito complicado — ainda mais em se tratando de pessoas físicas.

Com o intuito de mudar essa ideia, neste artigo, daremos algumas dicas para ajudar você a fazer uma análise de crédito de maneira eficiente. Confira abaixo!

Faça o cadastro dos seus clientes

O primeiro passo da análise de crédito é reunir a documentação necessária sobre seu cliente. Isso pode ser feito por meio de um cadastro simples, solicitando dados como:

  • nome completo;
  • RG;
  • CPF;
  • outras informações que julgar relevante.

Essa etapa de cadastro é de extrema importância não só para fazer a análise de crédito, mas também para estabelecer uma boa gestão da sua carteira de clientes.

Analise as informações disponíveis

Use as informações que foram disponibilizadas pelo seu cliente para avaliar qual é o risco de conceder crédito a ele. Consulte também os registros de proteção ao crédito, verificando a existência de informações negativas junto a outros credores.

Além disso, caso ele já tenha conseguido crédito com sua empresa no passado, consulte foi o histórico de pagamento desse cliente. Por fim, use todos os dados obtidos para traçar tendências futuras.

Não se que esqueça de que o cenário econômico também pode interferir na capacidade de pagamento dos seus clientes e, portanto, a análise de crédito feita em um determinado momento pode não ser válida para outro contexto. Dessa forma, mantenha as informações sobre seu cliente atualizadas e monitore continuamente os níveis de inadimplência.

Estabeleça uma política de crédito para a empresa

Outro ponto importante é estabelecer uma política de crédito para a empresa. Para isso, atente-se para os seguintes pontos:

  • identifique quais são os objetivos que espera alcançar;
  • compreenda o perfil atual da sua carteira de clientes;
  • crie critérios claros para a concessão de crédito;
  • determine quais serão os meios de implementação e acompanhamento.

Tome as decisões sempre se baseando no que foi estabelecido pela política da empresa.

Coloque a análise de crédito de pessoas físicas em prática

A análise de crédito envolve trabalho e adaptações, mas traz benefícios evidentes para as empresas, independentemente de seu porte.

Com as dicas acima, implementar sistemas e processos de análise de crédito será uma tarefa mais fácil e, à medida que essa atividade for sendo encaixada na rotina da sua empresa, a tendência é experimentar uma redução dos índices de inadimplência e, por consequência, melhorias na saúde financeira da organização.

Agora que você já entende a importância da análise de crédito de pessoas físicas, melhore ainda mais os resultados de sua empresa: saiba como reduzir seus índices de inadimplência no e-book que preparamos. Boa leitura!