Não importa o tamanho da empresa: calcular a margem de lucro é uma das tarefas que mais geram dúvidas e é uma das etapas mais importantes para fazer a gestão de uma empresa competitiva. Para ter um crescimento sustentável, é essencial precificar estrategicamente.

Antes de explorar a sua calculadora, porém, é preciso saber alguns conceitos básicos. Veja o que preparamos para você!

Quais são os tipos de lucro existentes no mercado?

Para entender o que é margem de lucro, precisamos ter uma noção clara sobre o papel do lucro, considerado como um retorno positivo de um investimento.

Basicamente, há 2 tipos de lucros: o líquido e o bruto. O lucro bruto é o resultado do valor da receita total menos o custo de seu produto. Se, em um mês, sua empresa faz R$ 30.000,00 em vendas, e R$ 12.000,00 representam o custo dessas mercadorias, o lucro bruto, portanto, seria de R$18.000.

O lucro líquido é resultado do valor da receita total menos o custo da mercadoria e as despesas. Aqui, entram valores como impostos, mão de obra, água, luz, dentre outros. Se no exemplo que demos anteriormente, as despesas resultassem em R$ 5.000, o lucro líquido seria de R$ 13.000 (20.000-[12.000+5.000]).

O que é margem de lucro?

A formação de preço precisa levar em consideração a cobertura de todos os custos e a geração do lucro desejado. A partir da venda de seus produtos e/ou serviços, você paga os custos de sua empresa, incluindo os variáveis, os fixos e os não-operacionais. Com esse valor em mãos, você determina o seu retorno positivo sobre o investimento realizado.

É muito importante que você conheça o desempenho da margem de lucro de sua empresa para estabelecer metas e deixar as contas em dia, estabelecendo uma estratégia de precificação inteligente.

A margem de lucro ajuda a avaliar a lucratividade de seus produtos e serviços. Se um determinado produto tem uma margem de lucro pequena, mas vende mais, por exemplo, é importante ficar atento à sua estratégia para não perder dinheiro.

Cada tipo de atividade tem uma margem de lucro diferente. Caso seu mercado seja muito competitivo, pode ser interessante diminuir a margem de lucro para ganhar mais volume. Caso seu produto seja inovador e/ou tenha um mercado pequeno, é válido maximizar sua margem e garantir maior lucratividade.

Assim como existem dois tipos de lucros (bruto e líquido), as margens de lucro também se distinguem entre margem líquida, margem bruta e o mark-up, como mostraremos a seguir.

Como calcular a margem de lucro?

A margem de lucro mede o ganho que a empresa tem em cima das vendas, um valor que é embutido no preço do produto ou serviço. Como explicamos, existem três formas de calcular a margem de lucro. São elas:

Margem Líquida

Para calcular o valor da margem líquida, você pode utilizar a fórmula:

Margem líquida = lucro líquido/ receita total x 100

Margem Bruta

A margem bruta é calculada a partir do lucro bruto do negócio. Assim:

Margem bruta = lucro bruto / receita total x 100

Mark-Up

A diferença entre o mark-up e as margens de lucro é que ele considera também o lucro desejado. Ou seja, ele permite visualizar valores para que não haja perdas.

Esse conceito é essencial para as negociações com clientes, auxiliando no estabelecimento de limites para descontos e na manutenção de um crescimento sustentável.

O mark-up total, ou seja, aquele em que todos os custos são calculados (despesas administrativas, custos com matéria-prima, impostos, etc), é dado pela fórmula:

Mark-up = lucro desejado / custo total.

Após entender como calcular a margem de lucro de seus produtos e serviços, é preciso observar os seus processos, analisando como suas operações respondem aos seus objetivos.

Verifique, atentamente, seus ciclos de vendas, o grau de produtividade, seus custos, dentre outros fatores. Se os seus valores estão muito maiores em relação à concorrência, é preciso analisar seu processo criteriosamente. Equipamentos danificados e colaboradores desmotivados podem exercer efeitos diretos em sua margem.

Deseja mais dicas para organizar seus custos operacionais, fazer a gestão de seu fluxo de caixa e alinhar as operações de seu empreendimento para crescer de forma saudável? Entre em contato com a ACPR e envie suas dúvidas e sugestões!